“Eu sei que você acha que entendeu o que pensa que eu disse, mas eu não estou certo se você percebeu que o que você ouviu não foi o que eu falei.”

Uma das maiores causas de desentendimento entre as pessoas é a dificuldade de comunicação. A falta de clareza de uma mensagem abre brechas para interpretações equivocadas, com conseqüências indesejáveis.

Isso acontece, por exemplo, quando alguém diz algumas coisas e presume que sua mensagem foi compreendida corretamente, conforme o que queria dizer. A pessoa que recebeu a mensagem, por sua vez, fez uma interpretação de acordo com o seu modelo de mundo e reage ao que foi dito segundo a sua compreensão.

É curioso observar que, freqüentemente, as pessoas reagem à interpretação equivocada do conteúdo de uma comunicação pode desencadear reações mais ou menos intensas, dando origem a conflitos que poderiam ser evitados.

O sentido da comunicação é o resultado que se obtém. Sem uma comunicação eficaz, não há sucesso na vida pessoal, profissional, amorosa e social.

Aprendendo a se comunicar

Quando você comunica algo a alguém, torna-se responsável pela clareza da sua comunicação.

Pessoas que costumam expressar suas idéias e sentimentos à medida que ocorrem, sem observar se estão sendo claras no que dizem e sem checar o que a outra pessoa está compreendendo, costumam criar situações complicadas para si próprias

Seja em nome da espontaneidade, seja por preguiça de formular adequadamente aquilo que se deseja dizer, por ignorância, ou seja lá o que for, a verdade é que se você não cuidar da maneira como se comunica, freqüentemente, estará em apuros.

Aprender a se comunicar é tão fundamental quando aprender a ler e a escrever.

Não basta ter a informação, é preciso transmiti-la sem ruídos. Um bom comunicador precisa conhecer o modelo de mundo da sua audiência (seja ela composta por uma ou muitas pessoas), para falar uma linguagem que possa ser compreendida.

Se você teve a intenção de demonstrar afeto por alguém, por exemplo, e fez uma brincadeira ou um gesto que despertou na pessoa uma reação de raiva, a sua comunicação dói contraria à sua intenção. Em vez do afeto que queria expressar, você provou irritação. A não ser que pare para perceber de que modo precisaria se comunicar para que a outra pessoa entendesse sua expressão de afeto, poderá causar desequilíbrios na relação provenientes da falta de habilidade para se comunicar.

Ao transmitir sua mensagem, é preciso que você expresse pensamentos e idéias com eficácia. Quando isso não acontece e sua comunicação não é percebida de acordo com o que você queria dizer, ocorre o colapso na comunicação.

O sucesso da comunicação é possível apenas quando a mensagem é enviada e recebida com clareza. A falha nesse processo pode impedir a concretização de objetivos, pessoais e profissionais.

A força das palavras

O pensamento é estruturado através da linguagem, e as palavras têm o poder de acessar registros inconscientes e sensações físicas. Possuem energia própria e vibram em suas freqüências especificas, modificando estados mentais e emocionais.

A palavra tem força, e saber utilizá-la é o trunfo de muitos dos nomes gravados na história.

Através daquilo que falamos podemos levar as pessoas a fazerem qualquer coisa. Para o bem ou para o mal, as palavras motivam, derrubam, influenciam e impulsionam multidões.

Cada palavra remete a registros internos que estão associados a emoções especificas, agradáveis ou desagradáveis, de acordo com a historia de cada um.

Palavras claras e objetivas favorecem a comunicação bem-sucedida. O sucesso que se tem na vida está diretamente ligado â habilidade de usar as palavras de maneira positiva.

Comunicando-se com sucesso

Em toda comunicação, uma mensagem é enviada e recebida na outra ponta. Seja por uma ou por muitas pessoas, a base do processo é a mesma.

Isso também ocorre na comunicação interna, aquela que tem lugar em sua própria mente. Quando você se comunica internamente, passo a ser, ao mesmo tempo, emissor e receptor da sua mensagem.

Antes de uma conversa importante, uma reunião ou outra forma de comunicação, pergunte-se: “O que quero obter com minha comunicação?”, “O que precisaria acontecer para que eu soubesse que minha comunicação foi bem-sucedida?”

Ao ter clareza sobre o objetivo da sua comunicação, você poderá estruturar a forma como irá fazê-lo.

Como tornar sua comunicação efetiva

Se o que você quer comunicar for algo importante ou difícil, estruturar o raciocínio pode ajudar muito. Defina como irá iniciar, desenvolver e concluir aquilo que quer dizer.

Talvez você possa utilizar outras formas de se comunicar, como usar um roupa especifica, escolher um lugar interessante, se expressar corporalmente, usar um perfume e assim por diante.

Nada disso funcionará, porém, se você não estiver sintonizado com o momento oportuno, para que sua comunicação seja recebida da melhor forma.

Tão importante quanto falar é ouvir.

Procure ouvir mais do que falar e obterá informações preciosas para conduzir sua comunicação. Conhecer os valores, o contexto cultural e as experiências do outro apoiará a escolha de uma linguagem adequadora para transmitir aquilo que deseja.

E uma vez que você tiver clareza do objetivo da sua comunicação, souber como colocar sua mensagem e encontrar o momento oportuno, escolhe a um território que apóie seu objetivo, que seja neutro ou agradável.

Qual é a essência do que você quer comunicar?

Como já dissemos, uma comunicação clara requer um objetivo claro. Ter em mente qual é a essência daquilo que deseja comunicar permite que você organize o pensamento a fim de se expressar com clareza e objetividade, ingredientes essenciais de uma boa comunicação.

Defina o que pretende com determinada comunicação e organize sua mensagem de modo a transmitir aquilo que quer passar.

As palavras produzem efeito somente quando você se mostra alinhado ao que diz. Este alinhamento se revela pela sua voz (tom, ritmo e velocidade com que fala) e por sua expressão corporal

É preciso, também, que suas palavras se refiram a circunstâncias claramente definidas.

O conteúdo daquilo que de diz corresponde a apenas sete por cento da comunicação. Vinte e sete por cento estão ligados ao modo como se fala (tom, ritmo e velocidade da voz) e setenta por cento da comunicação estão ligados à expressão do rosto e do corpo, à forma como alguém se coloca enquanto fala: o olhar, o movimento das mãos, a postura e todas as outras informações que são enviadas pela linguagem corporal.

Conheça sua audiência: seja uma pessoa ou uma multidão

Não basta cuidar para que sua parte na comunicação funcione. É preciso levar em conta a quem sua comunicação é dirigida.

Quanto mais informação tiver sobre sua audiência, seja ela você, uma outra pessoa ou um grupo de pessoas, mais chances terá de ter sucesso na comunicação.

Escolha um canal adequado para aquela comunicação (oral – pessoal, por telefone, e-mail, carta, teleconferência)

Lembre-se sempre de que, seja na sua comunicação com você mesmo, ou com as outras pessoas, o autoconhecimento é a chave para a clareza interna que precede a eficácia na comunicação.

A importância da comunicação para o sucesso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *