Arquivos da categoria: Dinâmica de grupo

Dinâmica de grupo – o que eles querem?

Dinâmica de grupo – O que eles querem?

Os processos seletivos atuais criam momentos de alta tensão e pressão sobre os candidatos. Essas situações estressantes são causadas, geralmente, por algumas etapas do processo que fogem ao controle dos aspirantes às vagas.

Escrever um bom currículo depende muito mais da organização dos dados por parte da pessoa interessada e das informações que a vaga oferece do que do selecionador. Já a entrevista coletiva ou individual e a dinâmica de grupo tiram do candidato o controle das ações. A partir daí começa uma série de fantasias e medos, e a insegurança se instala.

A dinâmica de grupo tem se destacado como um dos momentos mais nebulosos do processo de seleção para o candidato e muitas histórias a seu respeito acabam surgindo e criando alguns mitos.

Para se preparar melhor para o processo, veja as informações abaixo e não deixe a ansiedade e o medo atrapalharem o seu desempenho durante a dinâmica de grupo.

1. Por quais motivos as empresas usam a dinâmica de grupo?

É preciso entender que as decisões sobre admissão de profissionais nos dias de hoje não permitem erros. Tanto para o profissional que é indicado para uma vaga errada quanto para a empresa que o recebe o custo de um erro de seleção é altíssimo. O pescoço do entrevistador fica na corda o tempo todo, por mais que ele demonstre segurança.

A busca por tecnologias que permitam melhor observação dos comportamentos e tomada de decisão é muito bem-vinda e útil para ambos os atores deste teatro da seleção. A dinâmica de grupo permite observar amostras de comportamentos, atitudes e conhecimentos que a maioria dos instrumentos não permite. Diminui um pouco a inferência e aumenta o poder da observação e constatação de perfis de competências.

Quando bem desenvolvidas, conduzidas e avaliadas, as dinâmicas de grupo constituem um valioso instrumento de autoconhecimento e de observação de comportamentos em processos seletivos.

Entender e aceitar isso diminui as resistências e as fantasias.

Nenhum sadismo justificaria tanto tempo investido nas dinâmicas de grupo durante os processos seletivos.

Dica importante: aceite os papéis e leve a sério este momento. Não seja ingênuo e entenda que você estará sendo observado durante todo o tempo. Faça perguntas antes do começo do jogo ou atividade para compreender o que é esperado de você.

2. O que os selecionadores observam durante a dinâmica de grupo?

Os profissionais preparados para conduzir dinâmicas de grupo para seleção não fazem isso por fazer ou preencher o tempo. Muito menos para colocar os candidatos em situação de pressão. Eles fazem por que precisam observar determinados comportamentos com maior proximidade da realidade futura de trabalho ou em em situações planejadas para que eles apareçam.

Dicas importantes:

  • Procure entender as característidas e natureza do cargo para o qual você está se candidatando e liste as principais competências que serão levadas em conta na hora da decisão dos selecionadores. Quando fizer isso, terá uma lista dos comportamentos que eles esperam observar durante a dinâmica.
  • Procure entender muito bem as regras das situações propostas e antecipe o que poderá ser apresentado ou observado. Jamais pense que o candidato escolhido será o que estourar o maior número de bexigas. Se você estiver se candidatando a uma vaga de liderança, o que será observado será o seu papel na ação de todo o grupo. Nem sempre o que fala mais é o escolhido, mas pode ser o que estimula os outros a falar. Nem sempre o que ganha a competição ou o que dá mais sugestões para o produto é quem será escolhido. Talvez você esteja sendo observado pela sua capacidade de ceder nas horas críticas para que um grupo atinja os resultados.

3. Até que ponto eu posso “interpretar” desempenhos na dinâmica de grupo?

Pedidos de orientação de pessoas que querem saber como devem se comportar em determinadas situações da dinâmica são comuns. E a resposta sempre é a mesma: nunca tente ser o que você não é. A dinâmica de grupo parte desse princípio. Se você não tem um determinado tipo de comportamento, ele não aparecerá naturalmente em situações de brincadeira ou de pressão. Os comportamentos “interpretados” são fáceis de serem percebidos, pois eles são geralmente artificiais e exagerados.

Dica importante: se você entendeu bem as regras da situação proposta e sabe o que está sendo observado (a partir da descrição do cargo que você recebeu), procure demonstrar que tem como contribuir para o objetivo proposto. Tente apresentar comportamentos positivos e contributivos para a equipe. Em suma, mostre o melhor de si, mesmo que saiba que está trabalhando numa zona de desconforto para você.

4. Existem algumas competências que melhoram o meu desempenho durante as dinâmicas?

Não há uma regra geral de participação, mas percebemos que os candidatos que possuem as competências de comunicação, negociação, flexibilidade e empatia bem desenvolvidas geralmente se saem melhor nas dinâmicas. Isso não é por acaso, pois essas competências também estão entre as mais valorizadas pelo mercado de trabalho.

Dica importante: procure se conhecer melhor em relação a tais competências e encontre formas de desenvolvê-las. Você ganhará não só competências para melhorar o seu desempenho nas dinâmicas como também melhorará o seu futuro desempenho profissional.

5. Como devo me preparar para participar das dinâmicas de grupo?

oportunidades antes, durante e depois.

Antes: Busque o máximo possível de informações sobre o cargo, companhia e, se for o caso, sobre a empresa que fará a seleção. Entenda os requisitos do cargo e visualize um profissional de sucesso neste cargo e empresa. Liste as principais competências e as que você pense que serão observadas durante o processo seletivo.

Durante: Procure entender a situação proposta, faça as associações com o cargo e leve muito a sério a sua participação.

Depois: Avalie a sua participação e procure conversar com colegas sobre o que você fez. Nem sempre você fez algo errado. Pode ser que o que foi visto não seria adequado ao contexto de trabalho daquela vaga. Não se vitimize!!!

6. A dinâmica é um processo totalmente seguro e preciso?

Não há nenhum instrumento totalmente seguro numa situação de tensão como a de seleção de pessoas para uma oportunidade de trabalho. O resultado positivo do uso dinâmica em processos seletivos depende muito do preparo dos organizadores, condutores e avaliadores que estarão presentes e dos representantes da empresa. Infelizmente, nem todos os profissionais que conduzem dinâmicas de grupo são preparados e, em muitas situações, o resultado pode depender de observações superficiais e de decisões baseadas em subjetivismo. Na medida em que os direitos dos candidatos começarem a ser respeitados, os processos de dinâmica melhorarão, sem dúvida alguma.

O ideal seria que os candidatos não aprovados tivessem um feedback ou, pelo menos, uma justificativa para a sua não classificação (insisto em não dizer reprovação, pois em muitos casos vários candidatos poderiam ser aprovados, mas a vaga é para uma pessoa apenas). Se os candidatos tivessem orientações poderiam melhorar constantemente o seu desempenho nos processos seletivos.

Com todos os prós e contras a utilização da dinâmica de grupo em processos seletivos é um ganho para ambos os lados.

Quando bem organizada, coordenada e avaliada, a dinâmica de grupo pode oferecer feedbacks interessantes para que os candidatos melhorem o seu próprio perfil de competências.

Como última dica, a dinâmica de grupo pode funcionar como oportunidade para observar e aprender com aqueles que são aprovados e se saem bem nesses processos.

Fonte: Empregos.com.br

Como passar na dinâmica de grupo

Dicas para você ter sucesso

nesta fase vital do processo seletivo

Uma das mais importantes etapas no recrutamento de profissionais, a dinâmica de grupo exige bastante preparo.Ao longo do processo,suas atitudes serão avaliadas, desde o momento em que você chega à empresa até a hora de você ir embora, além do seu comportamento com relação aos outros candidatos.Pra você obter sucesso nesta fase do processo seletivo você tem que estar bem focado.Veja as dicas para ajudar você a se preparar melhor para conseguir encarar e ter sucesso nesse que muitas vezes é o primeiro passo para sua aprovação ou eliminação em um processo seletivo.

Cuidados com o corpo e a mente:

  • Durma bem cedo e evite alimentos fortes no dia anterior a dinâmica ;

  • Não tome nenhum remédio que possa gerar algum efeito colateral ou desconforto antes da dinâmica;

  • Tente relaxar, procure esquecer as preocupações;

  • Leia bastante antes da dinâmica, a leitura ativa o cérebro;

  • Antes confirme o endereço e pesquise qual o melhor caminho que você vai seguir. Procure sair de casa com antecedência para não correr o risco de se atrasar a dinâmica.

Apresentação pessoal:

  • Muitas dinâmicas de grupo podem exiger movimentos como sentar, ajoelhar, subir em algum lugar. Evite usar roupas complicadas ou muito apertadas, minissaias e decotes então nem pensar!

  • Procure usar roupas sóbrias, mas confortáveis. Você poderá não ter uma segunda chance de causar uma primeira boa impressão, portanto, capriche bastante!

  • Para os homens, a dica é terno de cores escuras, com a meia combinando com o sapato. Isso também depende do tipo de vaga que o candidato está disputando.Não invente moda na gravata, deixe aquela de bichinhos para uma situação mais informal.

  • Para as mulheres, um terninho vai muito bem, de preferência de cores sóbrias, como o preto e marrom escuro, evite cores vibrantes. Cuidado: se você não sabe sentar adeqüadamente, não vá de saia, prefira uma calça comprida. O mesmo vale para o salto alto. Caso a sua posição não seja nível executivo, prefira roupas mais simples, que condizem com o seu perfil profissional. Mas sem cair nos extremos. Evite calça jeans e tênis.

  • Também não exagere demais no perfume e nos acessórios. Lembre-se, tudo que é em excesso faz mal, e, com certeza, você não quer ser lembrado pelo homem que tinha o perfume mais forte da sala ou a moça que abusou nos brincos e pulseiras.

Comportamento:

  • Procure agir com naturalidade e controle a sua ansiedade. Nervosismo não vai ajudar em nada!

  • Execute as tarefas da melhor maneira possível e sempre preste muita atenção ao que está sendo pedido e perguntado.

  • Controle a agressividade, mesmo num momento de discussão procure não se exaltar.

  • Mantenha-se atualizado, o case pode ser realizado com base em notícias e fatos que estão acontecendo no momento.

O que mais você precisa saber:

  • Fique por dentro da empresa, sobre o cargo oferecido e discuta com amigos qual o tipo de comportamento esta empresa valorizaria para este cargo. Dificilmente será algo que você nunca fez, mas talvez possa ser algo que você nunca valorizou.

  • Tente avaliar suas experiências e seus sucessos anteriores sem, entretanto, ficar controlado por elas.

  • Reserve tempo, normalmente esta atividade consome de duas a quatro horas. Caso você esteja empregado, peça a manhã ou a tarde de folga. Evite constrangimentos na empresa onde você trabalha,assim você mantem as portas sempre abertas para no caso de algum querer voltar a trabalhar nela.

Fonte:http://carreiras.empregos.com.br/carreira/administracao/ge/dinamica/prepare_se/260508-preparo_dinamica.shtm