Texto motivacional – Treino

Texto motivacional – Treino

“Não é a vontade de vencer que importa - todo mundo tem isso. O que importa é a vontade de se preparar para vencer.”

Paul “Bear” Bryabt, técnico de futebol americano

Treinando para o sucesso

O atleta olímpico treina em média quatro horas por dia, pelo menos em 310 dias por ano, durante seis anos, antes de começar a ter bons resultados.

O treinamento funciona, mas não é fácil nem simples. Os nadadores treinam uma média de 16Km por dia, à velocidade de 8km/h. Os maratonistas fazem, em média, 250km por semana, à velocidade de 16Km/h.

Mesmo com talentos  semelhantes, o atleta que treina mais, em geral, supera aquele que não se esforçou tanto. A razão é simples: a dedicação extra o deixa mais confiante na hora da prova. Mesmo um gênio como Michael  Jordan sabe disso. Apesar de sua enorme habilidade, ele era sempre o primeiro a chegar na quadra e o último a sair.

E isso se aplica a qualquer área da vida. Para alcançar um alto desempenho e o sucesso em qualquer atividade, é preciso realizar um esforço disciplinado para melhorar - e estar diposto a pagar o preço.

“Se eu perder um dia de ensaio, só eu percebo a diferença.

Se perder dois dias, o meu agente percebe, se perder três dias, o meu público percebe a diferença.”

André Previn, pianista, maestro e compositor

Receba em seu e-mail Vídeos, Textos e Mensagens Motivacionais e de Sucesso, é só fazer o pedido nos comentários!

4 comentários sobre “Texto motivacional – Treino

  1. Treinar com Medo de Perder Talentos?
    Muitas empresas vivem um dilema: sentem que precisam treinar os colaboradores, mas temem a debandada dos profissionais após a capacitação, a maioria indo engrossar os diferenciais da concorrência. Isto joga um balde de água fria nas pretensões dos empresários e gestores de pessoas, uma vez que a empresa investe e, é claro, quer (e merece) ter o retorno em qualidade e produtividade. Este é um problema que tira o sono de muitas organizações.
    Mas, e se eles forem embora, de qualquer jeito? Aliás, a questão é outra: qual é o custo de não fazer nada e perder-se internamente em inumeráveis gargalos e retrabalhos, diminuindo em muito a competitividade e causando danos, às vezes irreparáveis, a imagem corporativa? É preciso pesar bem o discurso do custo/benefício, para não incorrer em erros mais graves, pois o real problema é o cenário atual das relações de trabalho. Isto significa que as tradicionais abordagens já não funcionam, pois temos que lidar com outras expectativas e se quisermos ter a lealdade das pessoas, precisamos saber treinar, melhorar a contratação, e uma vez admitidos, saber fazer acordos e mapear bem o que realmente ocorre.

    Mais: http://blogdolico.wordpress.com/2011/05/01/treinar-e-perder-talentos/#more-49

    Autor: professor Luís Sérgio Lico

  2. Boa noite! agradeço de coração o texto a mim enviado sobre motivação. Acreditem era o que eu estava esperando pois servirá não apenas para mim, mas também para motivar minha equipe de trabalho, onde sou analista financeiro e desenvolvemos um marketing na área financeira e já temos um ótimo resultado.
    Sempre que puderem me enviem que serei muito grato!

  3. Boa noite!Agradeço as mensagens e os textos que recebi no meu e-mail e gostaria de saber porque não recebi mais nenhum texto ou mensagem,pois, todos os dias abro o e-mail esperando ler algo motivador e não tenho tido respostas nos últimos dois dias.Obrigada pela atenção.
    Beijos,aguardo resposta.
    Cristiane Firmino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>