Muitos profissionais reclamam dos seus empregos, dos gerentes e até mesmo dos clientes, e parecem não perceber que eles são em parte responsáveis por suas próprias circunstâncias. Só vêem o lado negativo e consideram-se sempre a parte mais fraca da corda. Se alguma coisa sai errada, culpam a gerência ou outras pessoas da empresa por não lhes fornecerem recursos suficientes, avisos sobre mudança e assim por diante. É como se eles fossem observadores passivos das suas próprias vidas.

A maioria das empresas está cheia de funcionários que nunca se sentem satisfeitos com suas circunstâncias. Esse tipo de profissional espera que seus gestores sejam esclarecidos e que a empresa e seus colegas de trabalho lhe dêem mais do que eles se dispõem a dar a si próprios. Não seja um deles. Evite os que vivem se queixando para não ser contagiado pelos seus maus hábitos.

Fonte: Livro Faça o que tem de ser feito

Vida corporativa: não viva se queixando
Classificado como:                                                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *