Seja dedicado sempre
É um curioso sinal dos tempos que o simples facto de ser delicado é o suficiente para as pessoas repararem em si! E é verdade. Hoje em dia, as pessoas que praticam a velha cortesia são as mais estimadas.

Ser delicado não significa ser hipócrita ou fiado. Pelo contrário, a cortesia é uma manifestação do respeito que tem pelos
outros.
Agradecer a alguém o serviço que lhe prestou (por mais pequeno que seja), segurar a porta para a outra pessoa passar, sorrir ao empregado da caixa, ao mecânico ou ao porteiro, não interromper os outros, todas estas pequenas acções servem para tornar a vida em sociedade mais fácil. Não seja descuidado com elas. Não custa nada, e as pessoas apreciam-nas ainda mais hoje em dia, por se terem tornado tão raras.

Seja deferente com os outros
Ser deferente (reconhecer a autoridade dos outros) é outra virtude esquecida. Se conhecemos alguém que parece respeitar os outros a nível pessoal ou profissional, pensamos imediatamente que essa pessoa é servil ou fraca, ou que está a fingir para conseguir alguma coisa de nós.
Livre-se dessa atitude!
Mostre respeito a quem quer que ache que o merece, seja pelas suas opiniões, conhecimentos, habilitações ou autoridade.
Por exemplo, se tem de chamar um canalizador, deixe-o trabalhar sozinho, em paz, em vez de se pôr a andar à volta dele.
Respeite a sua competência profissional.
Se alguém exprime uma opinião que é contrária à sua durante uma conversa, não lhe salte para cima a gritar: “Isso é ridículo!”
Se acha que tem de dizer alguma coisa, então diga calmamente algo como: “Não posso dizer que estou de acordo porque…”

Como se tornar um líder – Parte 02 – Seja dedicado sempre

Uma ideia sobre “Como se tornar um líder – Parte 02 – Seja dedicado sempre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.