O Empresário e o Pescador – História motivacional sobre o Sucesso!

o-pescador-e-o-empresarioO sucesso geralmente custa caro

Esta é uma de minhas histórias favoritas… Muitas vezes a conto quando ouço alguém dizendo que certamente já teria se tornado milionário se tivesse trocado o sossego e a tranquilidade de seu dia-a-dia por um estilo workaholic de ser. Ela me permite ver a vida sob outra perspectiva. Espero que ajude você a fazer o mesmo.

Um rico empresário de Nova York partiu para uma temporada de férias de duas semanas na Costa Rica. Em seu primeiro dia por lá, ficou impressionado com a qualidade e o sabor dos peixes que comprou  de um pescador local. No dia seguinte, encontrou novamente o pescador no cais, mas ele já havia vendido tudo.

O americano descobriu que o homem pescava em um local escondido e que só pegava cinco ou seis peixes a cada dia. Ficou curioso: porque ele não passava mais tempo no mar para pegar mais peixes?

- Mas, senhor – respondeu o pescador -, eu durmo tarde e por isso acordo às nove ou dez da manhã. Em geral, brinco um pouco com meus filhos e depois vou pescar durante uma ou duas horas. A tarde, durmo um pouco e, quando anoitece, janto com minha família. A noite, vou até o vilarejo encontrar os amigos para beber vinho, tocar violão e cantar. Como pode ver tenho uma vida plena, relaxante, satisfatória e feliz.

- Mas você poderia pegar muito mais peixes e, assim, construir um futuro propero – o empresário respondeu – tenho um MBA de Harvad, moro em Nova York e sei tudo a respeito de negócios e marketing. Posso ajuda-lo a ser mais bem-sucedido.

- E continuou – A melhor forma de se preparar para o futuro  é acordar bem cedo pela manhã e passar todo o dia pescando ou retornar para pescar mais a noite. Em pouco tempo, com o dinheiro extra, você poderá comprar um barco maior. Dentro de dois anos, é possível que tenha seis barcos para alugar para outros pescadores. Após mais cinco anos, terá condições de construir uma fabrica para processamento de pescado e até uma marca própria de produtos.

- Depois, dentro de mais seis ou sete anos – prosseguiu o americano, sob o olhar perplexo do costa-riquenho – , você poderá se mudar para Nova York ou São Francisco e deixar outra pessoa tomando conta de sua fabrica, enquanto coce cuida do marketing de seus produtos. Se trabalhar duro durante 20 anos, poderá se tornar um multimilionário e, então, nunca mais terá que trabalhar pelo resto da vida.

- E o que eu faria , senhor? – perguntou o pescador.

Sem hesitar, o rico empreendedor respondeu entusiasmado:

- Ora, poderia se mudar para uma cidade pequena em algum pais tranquilo, como o México, onde poderia dormir até tarde, brincar com as crianças do vilarejo, divertisse com longos jantares à noite e depois tocar violão e beber vinho com seus amigos todas as noites.

A moral dessa história é que o sucesso, tal como é definido na sociedade ocidental, custa caro demais em termos de saúde física e mental, vida familiar, social e pessoal. Qual é o sentido de trabalhar durante muitos anos, sacrificando o bem-estar, quando é possível ser igualmente feliz sem trabalhar tanto?

Fonte: ZELINSKI, Ernie J. O sucesso é mais simples do que você pensa: Como trabalhar menos e ter mais prazer em sua vida

Motivacional – Acordando para Vencer!

acorde-para-vencerSe auto-motivar para vencer logo pela manhã é a melhor forma para melhorar seu humor, aumentar sua autoconfiança e reunir forças para vencer qualquer obstáculo através do poder do pensamento positivo!

Primeiramente, não deixe nada afetar sua mente! Procure uma música envolvente cante e ouça.

Comece a sorrir o mais cedo possível. Ao invés de reclamar assim que o relógio começa a desperta-lo, agradeça pela benção de acordar mais um dia.

A alegria é contagiante; espalhe-a, fale sobre paixões, sonhos e coisas boas!
Nunca se lamente e procure ajudar outras pessoas a perceberem o que há de bom dentro de si. Não viva emoções mornas ou vazias. Cultive seu interior, aproveite ao máximo os pequenos momentos!

Seja sempre transparente e deixe que as pessoas saibam que você gosta e precisa delas.
Repense seus valores e se dê a chance de crescer e ser mais feliz.
Tudo que precisa ser feito, merece ser bem feito. Torne suas obrigações atraentes, tenha garra e determinação.

Mude, opine, ame o que faz. Não trabalhe apenas por dinheiro e sim pela satisfação da missão cumprida.

Transforme em oportunidade qualquer movimento seu. Veja o lado positivo das coisas e assim tornará seu otimismo uma realidade. Nunca inveje ninguém, ao invés disso admire!

Lembre-se de que nem todos têm a mesma oportunidade. Pense no melhor, trabalhe pelo melhor e espere o melhor.

Se entusiasme com o sucesso alheio, como seria com o seu próprio. Idealize um modelo de competência e faça sua auto avaliação para saber o que lhe está faltando para chegar lá.

Apenas ocupe seu tempo crescendo, desenvolvendo suas habilidades e seu talento. Só assim não terá tempo de criticar os outros.

Não acumule fracassos e sim experiências. Tire proveito dos seus problemas e não se deixe abater por eles.

Tenha fé e energia, acredite! Você pode tudo que quiser.

PERDOE SEMPRE E LEMBRE-SE: Seja GRANDE para os aborrecimentos, POBRE para a raiva, FORTE para vencer o medo e FELIZ para permitir momentos felizes.

Não viva só para o trabalho. Tenha outras atividades paralelas como esportes, leituras, cultivar amigos. O trabalho é uma das contribuições que damos à vida, mas não se deve jogar nele todas as nossas expectativas de realizações.

Finalmente, ria das coisas à sua volta, de seus problemas, de seus erros, ria da vida. E. . . ame! Antes de tudo, a você mesmo!

COMEÇAMOS  A SER FELIZES QUANDO SOMOS CAPAZES DE RIR DE NÓS MESMO!

Afaste os Pensamentos Destrutivos

A recessão gera pensamentos destrutivos? Grande problema de uma recessão não é a queda dos indicadores econômicos, mas a repercussão que tem na mente das pessoas.

Pensamentos destrutivosUma rápida analise das pesquisas mais recentes indica que os períodos de recessão econômica estão sempre ligados ao aumento do consumo de álcool, dos problemas de saúde, das fraudes financeiras, dos divórcios, do uso de drogas, do numero de pessoas em depressão e até mesmo do índice de suicídios.

No setor de vendas, a autoestima de muitas pessoas sofre quedas diretamente proporcionais à diminuição de suas comissões.

Embora elas saibam que não há nada que possam fazer para mudar os números, sem sempre percebem que é possível modificar sua forma de encará-los e voltar a senti bem consigo mesmas.

Se você estiver desanimado porque o volume das suas vendas despencou, pergunte a si mesmo: “O que é realmente necessário para que eu me sinta bem?” Pode ser que a resposta imediata seja: “Fechar um pedido inesperado.” Mas, após pensar um pouco mais, talvez você admita: “Qualquer atitude ou pensamento positivos.”

Não permita que os negócios prejudiquem sua saúde. Os números não significam nada; só os pensamentos importam. Não deixe que a queda das vendas o afete a ponto de fazê-lo esquecer de que o dinheiro não é tudo. Lembre-se de que o importante na vida não é o que você faz ou quanto ganha, mas quem você é.

Uma boa autoestima é o melhor remédio contra a recessão. Ela se fortalece quando você percebe que é a única pessoa no mundo com autoridade para determinar seu valor. Uma autoavaliação positiva pode aumentar sua produtividade em até 100%.

Ao contrário do que pensam muitos gerentes, a verdadeira autoestima não se mede somando as vendas realizadas. E por que não? Simplesmente porque o valor de cada pessoa só pode ser determinado por ela mesma.

Não é recessão que deprime as pessoas, é fato de elas se aterem aos números e se apegarem a pensamentos destrutivos.

Mas você pode deter esses pensamentos e abastecer sua mente de positividade. Ações positivas geram atitude positivas. Pare de andar com a cabeça baixa e não fique se lamentando. Vá à luta. Opte por expandir a mente. Entusiasme-se com as possibilidades.

Experimente fazer isso e você verá como levantar a cabeça o ajudará a elevar as vendas.